PLAY DA NOSSA RÁDIO

sexta-feira, 11 de março de 2016

Defesa de Bumlai vai pedir prisão domiciliar após diagnóstico de câncer

A advogada Daniela Meggiolaro, que integra a defesa do pecuarista José Carlos Bumlai, confirmou nesta sexta-feira (11) que deve entrar com um pedido de prisão domiciliar para o cliente. O empresário está detido desde novembro de 2015, quando a Polícia Federal deflagrou a 21ª fase da Operação Lava Jato.
Durante esta semana, Bumlai passou por exames médicos em um hospital de Curitiba. Segundo a advogada, foi diagnosticado que o pecuarista está com um câncer na bexiga. Meggiolaro disse que, conforme os médicos, o ambiente carcerário não é adequado para o tratamento que ele necessita. A família dele foi informada da doença na tarde desta sexta-feira.
Bumlai atualmente está em prisão preventiva, decretada pelo juiz federal Sérgio Moro, ainda em novembro. O pecuarista está detido no Complexo Médico-Penal de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, onde outros presos da Lava Jato cumprem prisão preventiva e já começam a pagar penas por processos em que foram condenados.
O Complexo Médico-Legal recebe os doentes que precisam de internamento, os idosos e as gestantes do sistema prisional. Além disso, policiais e agentes penitenciários presos e detentos com curso superior também podem ficar no local. As informações são da Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp).
Do G1 PR, com informações da RPC

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário